24 Abr 2017

O milagre de São João

Chinelo no pé, sonhos na mão III 2ª feira, 10 de Abril. O nosso primeiro dia com carro em São Tomé. Um Dacia amolgado, com um terço de depósito, direcção torta e suspensão perra (descobriríamos, dias depois, que o pneu sobresselente estava mais careca que uma bola de bilhar).

Luis Borges 0
28 Mar 2017

“nua por uma boa causa”

um mistério irresolúvel? Fico sempre intrigado quando uma mulher diz que se vai despir por uma boa causa. Acho curioso, por exemplo, que essa pergunta seja habitual em questionários de vedetas. Reparem: a resposta nunca é negativa. “Considera a hipótese de se deixar fotografar nua?” “Sim, se for por uma

Luis Borges 1
mistério, ilha Terceira, Serra do Cume, Azores
27 Mar 2017

o mistério das 5 Ribeiras

quantas Lisboas caberiam na minha ilha? Não muitas, certamente. Não é uma ilha muito grande – seis, sete dias chegam e sobram para conhecer as suas maravilhas sem precisar de correr. São Miguel, terão de me perdoar os meus conterrâneos terceirenses mais bairristas, é uma ilha bem maior de tamanho

Luis Borges 0
gps, central park, poetry, autumn
26 Mar 2017

gps para o futuro

a páginas tantas   Ao acabar o enésimo livro de poesia, “The good neighbour” – de John Burnside (este uma prenda de anos), dou-me conta – ao pô-lo na estante dos seus companheiros de género – de um hábito antigo. As páginas que deixo dobradas no interior destes livros, pequenas

Luis Borges 0
25 Mar 2017

breves do futuro

notícias de 25 de Março de 2032   1.Os portugueses estão tão obesos que, esta semana, cerca de uma centena de alemães passaram férias em 9 gordos de Famalicão, confundindo-os com o arquipélago dos Açores. 2.Faleceu Artur Jorge. O Benfica não se fez representar no funeral pelo irónico facto de

Luis Borges 0
24 Mar 2017

Ir ao Engano & outras ideias perversas

plano para o sucesso literário O meu primeiro livro de poesia foi olimpicamente ignorado pela crítica literária nacional, facto que despertou em mim meia dúzia de pensamentos e uma ideia. Os pensamentos oscilaram entre cortar os pulsos com uma lâmina ardilosamente surripiada a Prado Coelho, minutos depois deste aparar a

Luis Borges 0
aniversário
23 Mar 2017

são os anos dela mas o mundo não quis nada com isso

tique-taque-toque “Só quero um bolo de ananás com chantilli” – disse-me há pouco mais de um mês. Era o imprescindível. A única “exigência” pelo seu aniversário. 28 cumpre o meu amor, hoje. Ontem, 20 minutos antes da meia-noite, chegamos a casa precocemente envelhecidos e com sono. Para trás, um dia

Luis Borges 1
22 Mar 2017

“vim para ajudar o grupo”

um craque desconhecido aterra (breve história duma fantasia) Tenho o fascínio dos aeroportos. Melhor: de um aeroporto. Mas não é por causa dos aviões, das viagens, nem sequer pelas hospedeiras que o aeroporto de Lisboa sempre me encantou.

Luis Borges 0
21 Mar 2017

4 polaroids ao cuidado da memória

MAS O MELHOR DO MUNDO SÃO AS CRIANÇAS   Férias antigas no Nordeste brasileiro. Encontro casual com miúdos vendedores de bugigangas numa praia paradisíaca.   “Onde fica Portugal?” – o escriba fala de Oceano Atlântico, Descobrimentos, fusos horários, velho continente, muito longe… Um miúdo pergunta: “Quanto tempo é de ônibus?”.

Luis Borges 0
death & taxes
18 Mar 2017

death & taxes

dizem que são as duas únicas coisas certas na vida Andava intrigado com um envelope há várias semanas abandonado em cima da caixa de correio do meu prédio. Nele existe o carimbo estatal e a indicação do remetente não augura nada de bom para o destinatário, meu vizinho do 2ºdireito:

Luis Borges 0