24 Mai 2017

Aos Insultos sazonais: Por que no tè callas?

“Maria Bonita Onde vamos morar Sino de bronze Lá na minha aldeia Toca por mim Que estou para abalar” Chega o calor. Com ele, os caracóis e um fino numa esplanada, o trânsito infernal na ponte e os turistas começam a ter um tom de carne mal passada. Mas os

Sara Santos 1
01 Mai 2017

Saudades do Alentejo

Alentejo dos verões vádios A minha cabeça insiste para que voe de norte a sul. Insiste que deixe o meu conforto, a rotina dos dias, o tanto que sabe a pouco. Nunca fui de querer tanto. Não saberia o que fazer com ele.

Sara Santos 1
30 Abr 2017

To be beautiful, um espaço feito para nos mimar

Não sou muito feminina, jogo futebol e não costumo usar maquilhagem. é verdade, passam semanas sem que coloque base ou pó. As minhas amigas brincavam com o facto de ser a única que usava mais acetona do que verniz para pintar as unhas.

Sara Santos 0
24 Abr 2017

O milagre de São João

Chinelo no pé, sonhos na mão III 2ª feira, 10 de Abril. O nosso primeiro dia com carro em São Tomé. Um Dacia amolgado, com um terço de depósito, direcção torta e suspensão perra (descobriríamos, dias depois, que o pneu sobresselente estava mais careca que uma bola de bilhar).

Luis Borges 0
21 Abr 2017

São Tomé: Memórias vindas do Sul

Chinelo no pé, sonhos na mão II As melhores memórias são feitas de más experiências. Aquelas que no momento em que as vivemos temos uma vontade de gritar: filha da mãe! Mas porque é que não fiquei em casa… Mais tarde são essas peripécias mal amanhadas que adoramos contar aos amigos. As

Sara Santos 0
17 Abr 2017

Welcome a Borges foi até São Tomé

Chinelo no pé, sonhos na mão São Tomé. O destino que procurámos para descansar nesta meia estação. Como a maior parte das pessoas que procuram esta ilha, fomos atrás do sol. Vivemos uma experiencia maior do que alguma vez poderíamos imaginar.

Sara Santos 0
09 Abr 2017

Visitas nocturnas

Tempo para viajar Adormeço e acordo. Não tenho horas para o fazer. São agora quarto e meia e o Luís dorme de boca aberta e respiração perturbante. Um dia normal. Tento voltar a adormecer, mantenho-me imóvel a tentar enganar o corpo cansado. Talvez não dê por isso.

Sara Santos 0
28 Mar 2017

“nua por uma boa causa”

um mistério irresolúvel? Fico sempre intrigado quando uma mulher diz que se vai despir por uma boa causa. Acho curioso, por exemplo, que essa pergunta seja habitual em questionários de vedetas. Reparem: a resposta nunca é negativa. “Considera a hipótese de se deixar fotografar nua?” “Sim, se for por uma

Luis Borges 3
mistério, ilha Terceira, Serra do Cume, Azores
27 Mar 2017

o mistério das 5 Ribeiras

quantas Lisboas caberiam na minha ilha? Não muitas, certamente. Não é uma ilha muito grande – seis, sete dias chegam e sobram para conhecer as suas maravilhas sem precisar de correr. São Miguel, terão de me perdoar os meus conterrâneos terceirenses mais bairristas, é uma ilha bem maior de tamanho

Luis Borges 0
gps, central park, poetry, autumn
26 Mar 2017

gps para o futuro

a páginas tantas   Ao acabar o enésimo livro de poesia, “The good neighbour” – de John Burnside (este uma prenda de anos), dou-me conta – ao pô-lo na estante dos seus companheiros de género – de um hábito antigo. As páginas que deixo dobradas no interior destes livros, pequenas

Luis Borges 0