ADVOGADO DO DIABODESTINOS

death & taxes

dizem que são as duas únicas coisas certas na vida

Andava intrigado com um envelope há várias semanas abandonado em cima da caixa de correio do meu prédio. Nele existe o carimbo estatal e a indicação do remetente não augura nada de bom para o destinatário, meu vizinho do 2ºdireito: Ministério das Finanças. Hoje, todavia, reparei que alguma coisa estava diferente no envelope. Alguém acrescentara, a caneta de feltro verde, a palavra “Falecido”.
Algo no traço, talvez a sua finura, parece denunciar o constrangimento de quem escreveu essa informação. O mesmo constrangimento que deverá levar a carta das Finanças a permanecer mais tempo abandonada e por abrir. Talvez para informar o Sr. contribuinte Macário de que – pela primeira vez na vida – teria algum dinheiro a receber do Estado.

Luís

statue of liberty, NYC, USA, travel, pic, ferry, liberdade
Post anterior

para a colecção de momentos perfeitos

Post seguinte

Pensamentos que não cabem em postais

Luis Borges

Luis Borges

Sem comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *