26 Ago 2016

Cores de infância

A minha infância é feita de cor. Acompanhava o Zé em todas as suas aventuras piscatórias. Enquanto ele se debatia com o almoço eu aproveitava o tempo para testar a firmeza das rochas e alguma adrenalina. Apanhava caranguejos e voltava a largá-los como um passatempo arrojado. O azul da manhã tracejava o rumo a casa nas linhas

Sara Santos 0
18 Ago 2016

Um romance cinematográfico

Afigura-se uma evidente impossibilidade. Um romance cinematográfico no século XXI. Numa sociedade apoiada no politicamente correcto, encontrámo-nos. Duas mentes desviadas com uma awkwardness venosa. Poderia cair no cliché de comentar as nossas paixões, tão partilhadas.

Sara Santos 1
05 Ago 2016

Pensamentos populares

Nem tudo o que reluz ” ” é leite derramado “. No entanto, “é melhor prevenir” do que “espeto de pau”. E se “grão a grão” “trancas à porta”, “não conte com o “ovo no… huh…rabo da galinha”. “Mas cada coisa a seu tempo”. Aproveite “a sorte enquanto não há

Sara Santos 0
05 Ago 2016

Haruki Has Finally Met His Master (o meu gato já não é meu)

Ela começou a ler Murakami. Foi à estante, ignorou as minhas recomendações sobre como abordar devagarinho o meu sensei literário e atacou logo “O Elefante Evapora-se” (o que faz sentido, também a memória dela é colossal). No entretanto, Haruki – gato com o nome próprio orgulhosamente roubado ao escritor –

Luis Borges 0
05 Ago 2016

DIA I – Welcome A Borges

Welcome a Borges Muitas pessoas têm interesse em saber como nos conhecemos. Não sou romântica. Descrevo-me como independente, esquecida para as datas importantes, nada afectuosa em público e desligada em tantos aspectos. Por tudo isto posso dizer que o nosso começo é inacreditável.

Sara Santos 0