LIFESTYLE

Pedro: O Inkonografista que nos faz crer na humanidade

Pedro o Inkonografista (Ink (tinta) e Iconografista/iconógrafo- estudioso das imagens e com a adaptação de uma máxima entre os iconografistas). 

Um FRAME. Li as suas palavras, transportada assim. Num pasmo de turista a observar pela primeira vez o deslumbramento de um Taj Mahal. Um estrondo que fez eco e alertou.

Do Pedro sabia, que dispunha de livros em geometrias impossíveis, que guardava máquinas de escrever, quando as cores e as imagens descansavam de um movimento que captava as sombras de outros homens, apanhados por ele.

Místico, de indomáveis silêncios, enigmáticos olhares aprazíveis.  Imagens tão raras quanto as tentares polir. 

Um FRAME. “A tranquilidade de uma só imagem”.  Poder-se-ia ouvir, juro-o, restos de uma noite lisboeta a ecoar, a esgotar-se em clarões infinitos do seu pensamento. Que acordou ali. Agora para o resto da vida. Assim viaja a tinta, que escorre entre um misto de pintura e fotografia até aos seus braços tatuados. Um só. 

UmFRAME que guiou a história. Putan Club. O seu pensamento contido numa montra da livraria Sá da Costa, o chiado acordou ali também.

E uma nova perspetiva, de um Ser ao colo de outro Ser, um conflito e repressão. Preto. Branco. Vermelho. Uma intensidade cromática incessante e eterna. De quem a soube conhecer. 

Soube então. Serigrafia, “uma técnica que permite a reprodução de imagens recorrendo a telas e a tintas com cores fortes e intensas”. Conquistou-o. Domina os cantos geométricos pensados, prensados. Agora a cor. Lida como ciência, sentida com ímpeto.

Facebook – Inkonografista

woodsushi
Post anterior

Woodsushi: 7 coisas que deve saber sobre o novo sushi da cidade

mística, SLB, LFB, Manifesto
Post seguinte

Manifesto Anti-Ingratos

Sara Santos

Sara Santos

Sem comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *